quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Jovem é assassinado com vários tiros na Rua Nova

O jovem, Murilo Adorno dos Santos Silva, 21 anos, que residia na Rua Heráclito de Carvalho no bairro Rua Nova foi assassinado covardemente por dois criminosos, no final da tarde do último sábado (15), quando se encontrava nas proximidades da casa onde morava.

Testemunhas afirmaram que dois homens aparentemente jovens se aproximaram da vitima e um deles, deflagrou vários tiros na nuca de Murilo. A vitima ainda tentou correr, mas caiu metros depois, já sem vida.

Ousadia e Frieza
Um morador que não quis ser identificado contou para reportagem que se encontrava próximo do crime, disse que os criminosos foram ousados, já que o crime ocorreu próximo da Base Comunitária de Segurança do bairro e após os disparos saíram andando com a arma nas mãos como nada tivesse acontecido.

“A impunidade que consiste em nosso país, infelizmente vem contribuindo para toda essa violência que vem se alastrando na nossa sociedade. Os deputados e senadores responsáveis por criação de leis não se movem para nada, a sociedade deve urgentemente cobrar deles o quanto mais rápido possível”, frisou um morador da Rua Nova.

Identificado

Policiais do Serviço de Investigação da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), juntamente com peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT) compareceram ao local do crime, onde realizaram o levantamento cadavérico e iniciaram as primeiras investigações. No local, os policiais receberam informações que o homicídio foi praticado por dois homens, quais os nomes (não revelados) foram passados para os investigadores.


Acusado de tráfico de drogas morre em confronto com policiais


Um jovem morreu na noite de sábado (15) após uma troca de tiros com policiais militares do PETO da 67ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar), no bairro Jardim Acácia, em Feira de Santana.

Segundo a ocorrência, a guarnição realizava ronda pelo bairro e entrar na localidade conhecida como 'Pela Porco' foi recebida a tiros por um grupo de suspeitos que estavam próximos de um matagal. Houve o revide e Tarcísio Henrique Tito da Silva, 22 anos, foi baleado, sendo socorrido até o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), mas não resistiu.

Um revólver calibre 38 que estava com o jovem foi apreendido pela polícia. Tarcisio morava na rua Itaquarí, bairro Eucalipto, e tinha passagens pela delegacia por envolvimento com o tráfico de drogas e porte ilegal de arma.


Colisão entre duas motocicletas matam dois homens de deixa duas mulheres feridas

Um grave acidente envolvendo duas motos na no último sábado (15), próximo ao entroncamento da BA-048 com a BR-101, em Conceição do Jacuípe deixou duas pessoas mortas e ouras feridas.

A colisão envolveu uma CG Fan 150, placa NYP-8696, licença de Santo Amaro e uma Biz, placa OVO-9198, licença de Conceição do Jacuípe, e teve como vítimas fatais: Adailton Brito Rocha, e Robson de Jesus Santos, 32 anos, ambos moradores de Conceição do Jacuípe.

Ainda segundo informações, s vítimas fatais não suavam capacetes e tiveram morte instantânea. Já com ferimentos são duas mulheres, socorridas para hospitais de Feira de Santana e Salvador.

Os corpos das vítimas fatais foram removidos para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) da cidade de Santo Amaro da Purificação.
FONTE: Da Redação, com informações do Jacuípe Noticias


Baleado no Tomba morre no HGCA


O jovem, Robson Nunes de Carvalho, 26 anos, que residia na rua Força e Luz, bairro Tomba, em Feira de Santana morreu na manhã deste sábado (15) no Hospital Geral Cleriston Andrade (HGCA).

Segunda a polícia, o jovem foi baleado no dia (7), próximo da casa onde morava, por um homem ainda desconhecido pela polícia. A delegada Joselita de Paula, plantonista da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), foi quem presidiu o levantamento cadavérico.

O corpo de Robson foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT), onde foi feito a necropsia.

Familiares e amigos do comerciante Fernando pedem justiça pela sua morte

Familiares e amigos de Fernando Silva Purificação, assassinado no ano de 2012, em Feira de Santana, faz um processo silencioso marcando os quase três anos sem a condenação do principal suspeito pela sua morte. O desespero e a dúvida levaram a família do comerciante a estamparem outdoors com a foto de Fernando, acompanhada de uma declaração e um apelo destinado ao poder público.

No mês passado, o suspeito de ser o mandante do crime foi ouvido em audiência no Fórum de Feira de Santana, oportunidade que os familiares tiveram para realizar uma manifestação em frente ao órgão pedido a solução do caso.

O comerciante foi morto com dois tiros na cabeça no dia 5 de março de 2012, no Conjunto Feira IV, próximo ao Condomínio Vila Olímpia, dentro do veículo que conduzia. No dia do crime, Fernando que morava no município de Pé de Serra, veio à Feira de Santana comprar mercadorias para sua panificadora e acabou sendo morto por dois homens em estavam em uma motocicleta.

Inveja teria motivado a morte

Segundo a cunhada dele, Norma Machado da Purificação, o crime foi motivado por inveja. O acusado, conhecido em Pé de Serra apenas como Adailton, cobiçava o sucesso nos negócios de Fernando
.
Em entrevista na última manifestação, Norma explicou que o apontado havia chegado em Pé de Serra meses antes do crime e abriu um comércio próximo ao de Fernando. Entretanto, o negócio não teve sucesso e ele passou a ter inveja da panificadora bem sucedida de Fernando e passou a espalhar boatos na cidade sobre a honra da vítima.

Dias antes do crime, Fernando havia sofrido uma tentativa de morte, mas conseguiu fugir. A família acredita que o mandante foi o autor dos tiros e, como não teve êxito, contratou outras pessoas para executar o crime.

Investigação


Meses após a morte um suspeito de atirar em Fernando foi preso pela Polícia. E Adailton, apontado como mandante, prestou depoimento em juízo no inicio do mês de outubro, mas não foi preso.